(21) 3239-5000      contato@drthallesprado.com.br    |   

Transtorno de Personalidade Borderline: você sabe o que é?

Transtorno de Personalidade Borderline: você sabe o que é?

Vocês sabem o que Kurt Cobain, vocalista do Nirvana, Amy Winehouse e o ator Heath Ledger, famoso pela interpretação do Coringa, tem em comum ?


Os três eram portadores do Transtorno de Personalidade Borderline, que traz um sofrimento absurdo para aqueles que dele padecem.


De acordo com o DSM-5 e de uma forma geral, podemos dizer que são quatro as principais alterações encontradas nesses indivíduos, quais sejam: 

1. Instabilidade emocional: talvez a mais característica do transtorno. O humor pode variar diversas vezes ao longo do dia, por pequenas frustrações reais ou imaginadas.


2. Padrão de relacionamentos mais íntimos( amigos,pais, namorados) muito problemáticos, intensos, em virtude da constante alternância amor/ódio por essas pessoas. Raiva e fúria podem ocorrer quando se sentem rejeitados. Mesmo que a rejeição seja apenas imaginada.


3. Distúrbios da auto-imagem: auto-estima baixa, não sabem quem realmente são, o que querem. Só se sentem uma pessoa inteira na presença do outro. Tendem a se sentir feios, mesmo sem qualquer alteração na aparência.


4. Impulsividade: contra os outros(agressões físicas, verbais, ciúme patológico) ou contra si em práticas auto-destrutivas( se cortar, alcoolismo, vicio em sexo, em drogas, jogos, compras, bulimia). O transtorno de personalidade borderline afeta 3 mulheres para cada 1 homem e tende a melhorar com a idade. A terapia comportamental dialética tem o maior nível de evidência de eficácia e a farmacologia ajuda no controle da raiva, da impulsividade e da depressão.


10 % dos portadores de TPB se suicidam, como infelizmente aconteceu com os três citados acima, que fazem parte do famoso “clube dos 27”, nome dado ao grupo de músicos e atores que morreram de forma trágica antes da terceira década de vida.


Conhece alguém assim ? Conta aí pra mim !


Você não precisa dar conta do seu sofrimento sozinho ! Procure um bom Psiquiatra ! Invista na sua saúde mental !


Fonte: Dr. Thalles Prado

30 de Maio de 2019